Escolha da bomba hidráulica: o que levar em consideração?

bomba

Escolha da bomba hidráulica: o que levar em consideração?

Se você está procurando uma nova bomba hidráulica, pode ficar um pouco confuso com todas as diferentes opções à sua frente, na hora da escolha. Entre os tipos de bomba, estilos, fluidos e todas as especificações que você precisa seguir, pode ser uma tarefa difícil. Diferentes aplicações têm necessidades diferentes e entender como as características de design das bombas hidráulicas influenciam umas às outras pode ajudá-lo a ajustar melhor a bomba ao trabalho. Continue lendo e veja como escolher corretamente uma bomba hidráulica.

Tipos de bombas hidráulicas

As bombas hidráulicas usam o princípio de deslocamento do fluido para converter energia mecânica em energia hidráulica, transmitindo-a às engrenagens da bomba. Em geral, a entrada da bomba cria um vácuo, usando a pressão atmosférica para puxar o líquido para dentro e para fora do reservatório. Em seguida, a ação mecânica da bomba, que varia conforme o projeto, empurra o líquido para a saída e o restante do sistema hidráulico. A bomba não gera pressão, mas cria fluxo.

As bombas podem usar métodos de deslocamento positivo ou não positivo para gerar essa energia, que afeta a taxa de fluxo.

  • Em primeiro lugar,  numa bomba de deslocamento positivo, uma quantidade fixa de fluido é retida e deslocada. O volume do líquido permanece constante e a pressão não aumenta. Uma bomba de deslocamento positivo funciona em aplicações de baixa pressão e às vezes são chamadas de bombas hidrostáticas.
  • Por outro lado, uma bomba de deslocamento não positivo altera a velocidade do fluido conforme necessário para criar um fluxo contínuo. Isso significa que a pressão pode variar a cada ciclo, mas a pressão máxima é muito maior do que a de uma bomba de deslocamento positivo. Algumas bombas que seguem esse design são bombas centrífugas e de hélice.

Entre potência, ruído, pressão máxima e outros fatores, a escolha de uma bomba hidráulica envolve muitas considerações diferentes. Você terá que pensar sobre suas necessidades e como irá operar a bomba. Aqui estão alguns recursos que você deve considerar ao comprar um:

Recursos que você deve considerar na escolha de uma bomba hidráulica

Para uma escolha assertiva de uma bomba hidráulica é preciso levar em conta os seguintes fatores:

1. Viscosidade do fluido hidráulico

A viscosidade do fluido se refere à espessura do líquido em sua bomba. A viscosidade do seu fluido pode influenciar o desempenho de uma determinada bomba hidráulica e qual você deve usar. Como resultado, a maioria das bombas terá uma classificação de viscosidade cinemática máxima associada a elas e você desejará manter esse número. Um fluido com viscosidade muito baixa pode limitar a eficiência da bomba e aumentar o desgaste. Um fluido muito viscoso também pode diminuir a eficiência e causar problemas mecânicos.

2. Tipo de fluido

O fluido usado em seu sistema hidráulico também deve corresponder às especificações da bomba. A maioria das bombas funcionará bem com fluido hidráulico padrão, que geralmente é baseado em óleo mineral. Possui propriedades de lubrificação inerentemente boas com um ponto de ebulição mais alto do que a água.

3. Taxa de fluxo

A taxa de fluxo é calculada com:

  • Velocidade da bomba em revoluções por minuto (RPM)
  • Eficiência da bomba em uma porcentagem
  • Valor de deslocamento

As bombas normalmente têm classificações de fluxo máximo em galões por minuto ou litros por minuto, que informam quanto elas podem se mover e podem determinar sua capacidade de atender às suas necessidades.

4. Curvas de potência / classificações de torque

Ao olhar para a potência de uma bomba, combinamos torque e velocidade de rotação. O torque é um componente crítico para determinar suas necessidades de energia. O método mais fácil de escolher o torque necessário é comparando uma nova máquina com uma existente que executa um trabalho comparável. Considere quanto mais trabalho será necessário com a nova máquina e multiplique-o pela classificação de torque da antiga. Se uma máquina antiga não estiver disponível, você terá que calcular o torque.

O torque é um componente crítico para determinar as necessidades de energia de sua bomba hidráulica
As curvas de potência podem ajudá-lo a selecionar a bomba certa, mostrando uma representação visual de como a potência é afetada por outras especificações. Mostra quanta potência a bomba exige em certas taxas de fluxo.

Lembre-se de que os motores a gasolina diferem dos motores elétricos por causa da curva torque-velocidade do motor de combustão interna. As bombas hidráulicas que funcionam com motores a gasolina precisam de uma capacidade de potência maior do que com um motor elétrico.

5. Velocidade

A velocidade operacional considera as rotações por minuto que o eixo de transmissão faz. Isto é, projetos diferentes podem oferecer velocidades de operação maiores ou menores.

6. Pressão máxima de operação

As bombas geralmente têm uma pressão operacional máxima listada em bar ou pressão por polegada quadrada (PSI). Por isso, lembre-se de que uma bomba não cria pressão. Ademais, qualquer pressão é criada por uma carga no fluido. As cargas colocadas no fluido aparecem como pressão na saída, que é o máximo para a bomba. Todavia, essa classificação identifica onde uma bomba pode efetivamente suportar a pressão sem vazar ou danificar as peças. A pressão máxima de operação pode variar amplamente em diferentes projetos de bomba.

7. Deslocamento fixo vs. Deslocamento Variável

Muitos tipos de bombas hidráulicas estão disponíveis em configurações de deslocamento fixo e deslocamento variável. Esses modelos diferem na quantidade de fluido que eles deslocam.

  • Para um modelo de deslocamento fixo, cada ciclo resulta na movimentação da mesma quantidade de fluido.
  • Uma bomba de deslocamento variável é um pouco mais complicada, mas pode alterar fatores como taxa de fluxo e pressão de saída.

Desse modo, as bombas de deslocamento variável são boas para uma variedade mais ampla de ferramentas e projetos, mas as bombas de deslocamento fixo funcionam bem em aplicações onde realizarão a mesma tarefa repetidamente.

8. Tempo e custos de manutenção

Você também deve levar em consideração as considerações de manutenção ao comprar uma nova bomba hidráulica. A manutenção de algumas é mais cara do que outras, e manter o controle da manutenção pode ajudá-lo a estender a vida útil da bomba e melhorar seu desempenho.

As bombas de deslocamento variável são geralmente mais caras de manter devido à sua complexidade. Algumas bombas têm propriedades de design que as tornam mais adaptáveis ​​ao desgaste. As bombas de palhetas, por exemplo, são bastante confiáveis, uma vez que as palhetas simplesmente se estendem tanto quanto precisam se o revestimento começar a se desgastar. Além disso, as bombas de engrenagens externas também são conhecidas por serem duráveis, mas as internas podem ser caras. Por fim, as bombas de pistão axial e de eixo curvo são um pouco mais complexas para consertar, mas tendem a ter uma vida útil longa.

 

Quer mais informações sobre bombas hidráulicas e outros produtos? Então acesse a página de produtos Bombasa e acompanhe as nossas redes sociais.

NEWSLETTER

Receba dicas em seu email